Instagram Medprimus Facebook Medprimus YouTube Medprimus Telefone: (11) 3262.5564

Bronquiolite em bebês e crianças: o que é e o que fazer.

A bronquiolite é uma doença caracterizada por uma inflamação nos bronquíolos. É a primeira crise de broncoespasmo na infância.

É causada por uma infecção viral com maior incidência no outono e inverno. Normalmente, afeta crianças de até dois anos de idade, sendo que a maioria dos casos ocorre entre 3 e 6 meses de idade. Mas até adultos jovens podem ter a doença.

O  vírus sincicial respiratório (VSR)  é o principal microorganismo causador da bronquiolite. Trata-se de um vírus muito contagioso com fácil disseminação interpessoal, por meio do contato das secreções contaminadas.

A pessoa doente, ao levar sua mão à boca, nariz ou olhos, acaba contaminando as suas mãos e, ao tocar em outras pessoas, a doença se espalha. O contágio também ocorre através da tosse, fala ou espirros que dispersa gotículas contaminadas com o vírus no ar.

Outros vírus como parainfluenza e rinovírus também podem causar bronquiolite

 

Fatores de risco para a bronquiolite:

  • ter menos que 6 meses de idade;
  • exposição à fumaça do cigarro;
  • viver em ambientes com muitas pessoas;
  • prematuridade – nascimento antes de completar 37 semanas de gestação;
  • criança que não foi amamentada.

 

Sintomas mais comuns da bronquiolite são:

  1. tosse intensa;
  2. febre baixa;
  3. chiado no peito (sibilância);
  4. irritabilidade;
  5. diminuição do apetite;
  6. cianose – é a coloração azulada da pele que costuma aparecer em torno da boca e na ponta dos dedos, quando a dificuldade respiratória é grave;
  7. batimento de asas do nariz – movimento das narinas (abrindo e fechando) que ocorre em situações de dificuldade respiratória na criança pequena

 

Como fazer o diagnóstico?

O diagnóstico da bronquiolite é feito através dos sintomas e exame físico. A radiografia do tórax poderá ajudar a firmar o diagnóstico ou descartar outros. A presença do vírus é determinada por exame da secreção nasal ou pulmonar.
Bronquiolite em bebês e crianças: o que é e o que fazer. - Medprimus Clínica Médica

Como  tratar a bronquiolite?

Adultos e crianças grandes com infecção pelo VSR geralmente não precisam de tratamento. São usadas apenas medicações para alívio dos sintomas.

Crianças pequenas podem necessitar de internação hospitalar. O tratamento é de suporte, e utiliza  oxigênio . Alguns casos podem evoluir para insuficiência respiratória e necessitar até de ventilação mecânica.

A  fisioterapia respiratória  é fundamental nos casos moderados a graves, já que auxilia na eliminação da grande quantidade de secreção pulmonar.

Contudo, um grande número de crianças, depois de uma bronquiolite, continuam com chiado no peito intermitente. Esta é chamada de hiperreatividade brônquica pós-bronquiolite. Pode durar de 6 a 18 meses após o quadro inicial de bronquiolite. É mais frequente nas crianças menores de 6 meses e/ou com antecedentes familiares de asma e rinite alérgica.

A hiperreatividade é caracterizada pela maior sensibilidade pulmonar frente a novas infecções respiratórias e mudanças climáticas, por exemplo.

 

Como prevenir a bronquiolite?

Evitar contato com as pessoas doentes previne alguns casos! A infecção viral pode ocorrer de forma epidêmica em comunidades. As crianças que freqüentam creches ou escola enfrentam um risco maior devido ao contato com outras crianças infectadas.

A lavagem freqüente das mãos também ajuda a prevenir novos casos da doença.

Outra medida importante é realizar lavagem nasal com solução salina ao menos 3x ao dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *