Instagram Medprimus Facebook Medprimus YouTube Medprimus Telefone: (11) 3262.5564

O Câncer de tireoide está mais frequente?

Você conhece alguém que já operou por causa de câncer de tireoide?  Se sim, isso pode ter um motivo.  

Um estudo recente mostrou que a incidência do câncer de tireoide nos Estados Unidos  aumentou em cerca de 3 vezes desde os anos 1970. Esse aumento foi maior  do que qualquer outro tipo de câncer nos últimos anos.

Até poucos anos, acreditava-se que esse aumento da incidência do câncer de tireoide estava relacionado a maior detecção precoce do tumor. Isso ocorreria em função do uso mais liberal do ultrassom entre os profissionais da saúde.  No entanto, a incidência do câncer de tireoide aumentou inclusive nos estágios mais avançados.

O Câncer de tireoide está mais frequente? - Medprimus Clínica Médica

 

As mulheres ainda são mais acometidas do que os homens na proporção de 2,5:1.  Apesar desse aumento da incidência, a mortalidade não apresentou alteração substancial. Continua estável e ocorre em 1 para cada 200 mil pessoas. 

A exposição a radiação na região do pescoço e história familiar ainda representam os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de tireoide.  

Atualmente, boa parte dos tumores da glândula tireóide são descobertos meio que por acaso em exames de rotina ( principalmente o ultrassom de pescoço) e são achados completamente assintomáticos.  A minoria dos pacientes sente algum nódulo na palpação do pescoço. Leia mais sobre nódulos da tireoide clicando aqui!

Existem vários tipos de tumores da glândula tireóide.  A maior parte deles (cerca de 90%) apresenta um comportamento indolente com crescimento lento ao longo dos anos.  Caracteristicamente, esses tipos costumam se espelhar pelos linfonodos  (gânglios) do pescoço com relativa frequência. Mas isso não prejudica a expectativa em relação ao tratamento, que continua sendo muito bom.

Apenas uma fração mínima (menos de 1%) dos tumores da tireóide são mais agressivos e apresentam um crescimento rápido com expectativa de sobrevida muito baixa.

O tratamento do câncer de tireoide envolve uma cirurgia para remoção da glândula.  Algumas vezes, um tratamento complementar com iodo radioativo (um tipo de radioterapia) é necessário para completar o tratamento cirúrgico.         

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *