Instagram Medprimus Facebook Medprimus YouTube Medprimus Telefone: (11) 3262.5564

Cigarro eletrônico causa dependência como o cigarro comum!

Para “driblar” a vontade de fumar, muitas pessoas têm apelado para cigarro eletrônico ou e-cigarro, acessório eletrônico que, em teoria, substitui o cigarro convencional.

Apenas na teoria, pois, o cigarro eletrônico causa tanta dependência e malefício quanto o cigarro comum.

O e-cigarro é um vaporizador de nicotina associada a outras substâncias diluídas na fórmula, como álcool (etilenoglicol) e glicerina vegetal. Assim, a ação da nicotina é a mesma do cigarro comum e tão viciante quanto ele. A diferença é que o e-cigarro não tem substâncias cancerígenas como o alcatrão.

Por ser um objeto novo, com menos de 10 anos, ainda não há estudos suficientes que comprovem a relação do cigarro eletrônico com câncer.

Porem há pesquisas que já o relacionam a doenças como a fibrose pulmonar e aos males associados à nicotina, como problemas vasculares, hipertensão e impotência.

O cigarro eletrônico é bastante popular entre os jovens. Por ser comercializado em versões saborizadas seu apelo é mais forte entre os adolescentes. Nos EUA, um a cada cinco jovens já é viciado no objeto.

O FDA (Food and Drug Administration) e o CDC ( Center of Disease Control), órgãos reguladores norte-americanos, proibiram recentemente a comercialização do e-cigarro com sabor. Segundo CDC o consumo de e-cigarros aumentou consideravelmente nos últimos anos. Passou de 1,5% em 2011 para 20,8% em 2018 – e isso apenas entre o público adolescente.

Algumas pessoas acreditam que o cigarro eletrônico possa substituir o cigarro comum. Porem ele pode servir como porta de entrada para um mundo de vícios. Atualmente cerca de 75% dos jovens usam e-cigarro nos Estados Unidos. E acredita-se que ele seja um facilitador para a introdução de outras drogas, como os próprios cigarros comuns.

Conclusão Importante!

Portanto, vale evitar o uso do e-cigarro tanto quanto dos cigarros comuns. Para ler mais sobre como para de fumar clique aqui .http://medprimus.com.br/vamos-parar-de-fumar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *